terça-feira, 24 de abril de 2012

Fala Ziba


Errata
A final do Campeonato Alvinegro 2011 foi entre Mutantes e La Barca e não Mutantes e Chapecó/Tamanko, como foi escrito no início da matéria sobre o futsal de Arroio dos Ratos, na edição passada.

Taça Farroupilha
O tradicional clássico do Rio Grande do Sul vai decidir a Taça Farroupilha. O Gre-Nal acontece no Beira-Rio, no domingo, 29, às 16 horas. O Grêmio terá a semana inteira para treinar e encontrar um substituto para Léo Gago, que não vai jogar. A torcida gremista espera que o técnico Vanderlei Luxemburgo não insista em colocar Marquinhos na equipe, principalmente se o Marco Antonio jogar. Este esquema não deu certo. O Internacional não terá D’Alessandro que voltou a sentir uma lesão muscular. Aliás, o Inter terá dois confrontos contra o Fluminense pela segunda fase da Taça Libertadores da América. Não sou de ficar em cima do muro e já falei para alguns colorados: o Inter passa pelo Fluminense. Vai ganhar aqui no Beira-Rio, amanhã e depois empata no Rio de Janeiro.

Torneio de Bocha
A Associação dos Moradores da Vila Fátima está organizando o torneio individual de Bocha 2012. A competição reúne 20 bochófilos, divididos em quatro grupos. Os dois melhores de cada grupo passam para a próxima fase. No grupo 1 estão: Italiano, Marcos, Airton, Enio Machado, Edilson. No grupo 2 estão: Roberto, Jorge, Alemão, Urbano, Manoel Marques. No grupo 3 estão: Paixão, Genésio, Didi, Baiano, Anderson. E, no grupo 4, estão: Manoel Machado, Jair, Adei, Valter e Abi. Os jogos serão disputados nas terças e quintas-feiras. Nas terças acontecem os confrontos dos grupos 1 e 2. Nas quintas serão disputados os confrontos dos grupos 3 e 4. A primeira rodada é hoje, com quatro partidas. Pelo grupo 1 jogam: Italiano x Marcos e Airton x Enio. Pelo grupo 2 jogam: Roberto x Jorge e Alemão x Urbano. Na quinta terá quatro jogos. Pelo grupo 3 jogam: Paixão x Genésio e Baiano x Didi. Pelo grupo 4 jogam: Manoel Machado x Jair e Adei x Valter.

Eco dos anos 80
O atleta veterano Gilberto Miranda, mais conhecido em Charqueadas como Topoleta, e que hoje mora em Santa Cruz, era um dos fundadores do time do Eco, que disputou vários campeonatos municipais de Charqueadas e regionais. Agora, Gilberto formou a equipe veterana de Santa Cruz, e alguns integrantes da equipe são, hoje, os veteranos do Eco. Na sexta-feira passada, o time teve Seco, Chinês, Pelem, Gotão, Gilberto e Betinho. Pelo que me lembro, faltam nesta escalação três jogadores: Sandro Sarará, Jurandir e este colunista. Segundo confidenciou Gilberto, a ideia do veterano foi esta mesmo: reunir o time dos anos 80.

Copa Cipriano Estrada
Pelo Campeonato Municipal de Veteranos – Copa Cipriano Estrada, o Vila Julieta enfrentou o Farroupilha sábado e venceu pelo escore de 4 a 1. No próximo domingo, 29, acontece o clássico Farroupilha x Madureira.

União é o primeiro finalista
O Campeonato Municipal de Futebol Sub-17 – Copa Caubi dos Santos Franco já tem um finalista, depois dos confrontos realizados no domingo, 22. O União venceu o América por 3 a 0. Com cinco vitórias em cinco jogos, o União garantiu a vaga na final. O seu adversário será Farroupilha, Vila Julieta ou Butiá. Domingo, o Farroupilha venceu o Real Madrid por 9 a 0. No próximo domingo tem confronto direto entre Farroupilha e Butiá. O Vila Julieta enfrenta o América.

Vila Nova assume liderança isolada


ARROIO DOS RATOS – FUTSAL VETERANO
     Na segunda rodada do Campeonato Regional de Futsal Veterano, na Sociedade Última Hora, em Arroio dos Ratos, teve a estreia do Real Beer. Assim, os sete times da competição já se apresentaram. Com a derrota do São Jerônimo EC/Schnorr AContabil associada a vitória do Vila Nova, a equipe camarense assumiu a liderança isolada. O Tareko voltou a empatar. A rodada teve 27 gols assinalados. A arbitragem foi de Moacir Jung e Ricardo Messa.

Real Beer 5 x 6 Vila Nova
     Na estreia do Real Beer, uma derrota no final do jogo. O Vila Nova soube aproveitar a troca de passes e chegou a fazer 3 a 0. Aos 6 minutos, o Vila Nova abriu o placar com Sandro (Diquinha). Na ânsia de empatar o jogo, o Real Beer perdeu a posse de bola no meio de quadra para Joel. O camarense viu o goleiro Paulo adiantado e chutou por cobertura, fazendo 2 a 0. Aos 11 minutos, o Vila Nova trocou passes até a bola chegar aos pés de Cristiano, que chutou e fez 3 a 0. Depois disso, o time arroio-ratense mudou alguns jogadores e Marcelo Abade entrou muito bem em quadra. Aos 16 minutos, ele acertou o chute e descontou para 3 a 1. Dois minutos depois, Marcelo Abade arriscou outro chute e marcou o segundo gol do Real Beer. Faltando 10 segundos para terminar, Paulo lançou a bola para Cristiano, que na risca da área cabeceou no canto, fazendo 4 a 2. Na segunda etapa, o Real Beer voltou melhor. Aos 5 minutos, a bola foi lançada para João Luiz, que chutou no canto, fazendo o terceiro gol do Real. Aos 9 minutos, após contra-ataque, João Luiz passou para Marcelo Abade fazer o gol de empate. Aos 16 minutos, o goleiro Basílio lançou a bola para Sandro (Diquinha). Ninguém tocou na bola e ela entrou direto, fazendo 5 a 4. Aos 17 minutos, Diquinha, da linha de fundo, chutou a gol e a bola passou entre o goleiro e a trave: Vila Nova 6 a 4. Faltando 6 segundos para terminar Adalberto descontou o escore.

Foto: Renato Miller Silva
Vila Nova (camisetas escuras) venceu o estreante Real Beer e assumiu a liderança isolada


Tareko 3 x 3 Santa Cruz
     No segundo confronto da rodada, o Tareko empatou a segunda partida consecutiva. Contra o Santa Cruz, o time do Zeno não foi bem e conquistou um ponto. A equipe de Santa Cruz aproveitou os erros no primeiro tempo e chegou a abrir 3 a 0. Aos 5 minutos, Rogério (Chinês) arriscou o chute a gol e abriu o placar. Aos 8 minutos, após cobrança de escanteio, Gilberto marcou 2 a 0. Aos 10 minutos, contra-ataque do Santa Cruz e Gilberto marcou o terceiro gol na saída do goleiro. O Tareko descontou aos 15 minutos, com um chute de Ronaldo. Na segunda etapa, o Tareko pressionou. Aos 2 minutos, após troca de passes, Ronaldo passou para Edson que chutou a gol, descontando o placar. O Santa Cruz tentou administrar o resultado. E até conseguia de certa maneira. Mas, aos 15 minutos, a defesa de Santa Cruz ficou indecisa após um lançamento. Carlos entrou no meio de dois adversários e deu um toque na bola, empatando a partida. Faltando 40 segundos, Edson, do Tareko, foi expulso pelo segundo cartão amarelo. A equipe jeronimense conseguiu segurar o empate nos minutos finais.

Foto: Renato Miller Silva
Chinês (8) marcou um dos gols do Santa Cruz no empate de 3 a 3. Ronaldo (branco) marcou um gol


São Jerônimo EC 3 x 7 Sport/Carsul
     Jogando muito desfalcado contra um time completo, o São Jerônimo EC/Schnorr AContabil não conseguiu resistir ao Sport/Carsul e perdeu por 7 a 3. O Sport/Carsul sempre teve o domínio do jogo. Aos 3 minutos, Carlinhos Shel lançou Carlos Ribeiro, que entrou no meio da defesa e fez 1 a 0. Aos 10 minutos, o São Jerônimo EC errou uma cobrança de escanteio. Ivã armou o contra-ataque com Ribeiro e chutou. A bola desviou em Leandro e enganou o goleiro Pisquila, marcando 2 a 0. Aos 12 minutos, Sandro Sarará arriscou o chute e descontou o placar: 2 a 1. Aos 15 minutos, Ivã arriscou um chute da lateral esquerda. A bola bateu nas duas traves, no goleiro e entrou: 3 a 1. Aos 17 minutos, Ivã cobrou falta para Luiz Alberto, ao lado da trave, fazer 4 a 1. Aos 18 minutos, Jorge Matias roubou a bola de Carlinhos Shel e descontou novamente: 4 a 2. Na segunda etapa, aos 6 minutos, o erro foi de Jorge Matias. Carlinhos Shel roubou a bola e fez 5 a 2. Aos 8 minutos, Carlinhos Shel perdeu a bola para Leandro, que marcou por cobertura, fazendo 5 a 3. Aos 9 minutos, Renato fez jogada individual e ampliou o marcador para 6 a 3. Aos 15 minutos, contra-ataque do Sport/Carsul e Marco Tissot encerrou o placar.

2ª rodada
Real Beer 5 x 6 Vila Nova
Tareko 3 x 3 Santa Cruz
São Jerônimo EC 3 x 7 Sport/Carsul

Goleadores
4 gols
Cristiano (Vila Nova)
3 gols
Gilberto (Santa Cruz)
Jorge Matias (S. Jerônimo)
Sandro Sarará (S.Jerônimo)
Marcelo Abade (Real Beer)

3ª rodada – 20hs
Sexta-feira, 27/04
Sport/Carsul x Real Beer
São Jerônimo EC x Vila Nova
Central x Santa Cruz

Sporting assume liderança da Série Ouro


SÃO JERÔNIMO – FUTSAL
Rodada teve a segunda maior média de gols marcados. Equilíbrio na Série Prata

     A quarta rodada da 16ª Taça de Futsal do Clube do Comércio, em São Jerônimo, teve 55 gols marcados nos seis jogos disputados. Foi a segunda maior média de gols assinalados. Perde somente para primeira rodada, quando foram marcados 57 gols. Quatro jogadores são artilheiros com seis gols. Pela Série Ouro, Lucas Medeiros (CSKA) e Felipe Castor (Sporting). Pela Série Prata Luis Gustavo (Youngers) e Jonatan Streb (ARC). A arbitragem composta por Jeferson Cabral, Moacir Jung, Carlos Eduardo e Rogério Maciel distribuiu 25 cartões amarelos e um cartão vermelho.

Série Ouro
     O Sporting assumiu a liderança da Série Ouro ao vencer o UBF por 7 a 6. O confronto foi muito equilibrado, numa alternância pela vitória parcial. O UBF abriu o placar com Rick aos 3 minutos. O Sporting empatou com Jackson aos 4 e virou o placar com o próprio Jackson aos 7 minutos. Aos 8, Anderson Pereira ampliou o escore para o Sporting. Aos 10, Jackson fez 4 a 1. Na metade final do primeiro tempo, o UBF buscou a reação e chegou ao empate de 4 a 4. Rick, aos 12, Jean Radin, aos 17, e Willian Ramos, faltando 15 segundos, marcaram os gols. Na segunda etapa, novo equilíbrio. Felipe Castor colocou o Sporting em vantagem aos 3 minutos. Venicius empatou aos 10. Castor deu vantagem ao Sporting aos 11. Anderson Pereira fez 7 a 5 aos 14 minutos. Venicius descontou e encerrou o placar aos 18 minutos.
     No outro confronto da Série Ouro, o Manchester sofreu a terceira derrota consecutiva e amarga as últimas posições. A derrota foi para o Conde por 5 a 4. O Manchester chegou a estar vencendo por 3 a 1, mas no segundo tempo sofreu o empate e a virada. O Manchester abriu o placar aos 9 minutos com Gilmar e ampliou com Lobão, aos 18. Renato descontou o placar aos 19 minutos. Na segunda etapa Djeymes ampliou o escore para 3 a 1, aos 3 minutos. Diego Melão descontou aos 8 e Gian empatou o jogo aos 9. Aos 11 minutos, Jonas fez o gol da virada para o Conde e, 50 segundos depois, Gilmar empatou. Mas, aos 15 minutos, Diego Melão fez o gol da primeira vitória do Conde na competição.

Foto: Renato Miller Silva
Com três gols de Jacskon e dois gols de Felipe Castor (9), o Sporting venceu o UBF por 7 a 6 e assumiu a liderança da Ouro


Série Prata
     A Série Prata teve um confronto da chave A. Getafe e ARC decidiram a liderança. Com o empate em 6 a 6, o ARC leva vantagem no saldo de gols. O confronto teve dois momentos bem distintos. A equipe do Getafe chegou abrir 4 a 1 no primeiro tempo. Saiu perdendo, com um gol de Guilherme, aos 3 minutos. Depois virou o placar com Adriano duas vezes, aos 8 e 9 minutos e, Alejandro, também duas vezes, aos 18 e 19 minutos. O Getafe marcou mais um gol com Alejandro, logo no primeiro minuto da segunda etapa. O ARC só reagiu após os dez minutos e depois da expulsão de Roan Martins. O goleador Jonatan descontou. Gabriel fez 6 a 2, aos 15 minutos. O jogo parecia definido quando o ARC marcou o terceiro gol com Guilherme aos 16 minutos. No último minuto, o ARC marcou três gols com Fabio, Guilherme e Felipe.
     A chave B teve três partidas. O São Paulo se recuperou da derrota e venceu o ABF, de virada, por 7 a 3. Emerson aos 3 minutos e Everton aos 5, marcaram os gols do ABF. Marcinho descontou cobrando pênalti, aos 15. Na segunda etapa, Dedé marcou 3 a 1, aos 3 minutos. Mas, depois só deu São Paulo. Gabriel Rocha, duas vezes, Jussan, duas vezes, Luciano e Vagner marcaram os gols da vitória.
     A equipe AFCEEE venceu o Atlético por 3 a 2. Gols somente na segunda etapa. A AFCEEE abriu 3 a 0, com Anderson, aos 2, Vinicius Oliveira, aos 5 e Ciro, aos 12 minutos. A reação do Atlético foi com Rodrigo aos 14 e depois, aos 19. Porém parou por aí.
     Fechando a rodada, Arsenal e Radar empataram em 3 a 3. Eduardo Braga abriu o escore aos 10 minutos para o Radar. Mauricio ampliou aos 18. Na segunda etapa, Marco Antonio aos 4 e Rangel aos 8 empataram a partida. Eduardo Braga colocou o Radar em vantagem, aos 17. Mas, Rangel empatou o jogo 20 segundos depois.

Foto: Renato Miller Silva
São Paulo, de Marcinho (10) venceu o ABF de Everton (25)

4ª rodada
São Paulo 7 x 3 ABF
Getafe 6 x 6 ARC
Atlético 2 x 3 AFCEEE
Sporting 7 x 6 UBF
Conde 5 x 4 Manchester
Arsenal 3 x 3 Radar/Sporting

Goleadores
Serie Ouro
6 gols
Lucas Medeiros (CSKA)
Felipe Castor (Sporting)
5 gols
Willian Ramos (UBF)
Venicius Signor (UBF)

Série Prata
6 gols
Luis Gustavo (Youngers)
Jonatan Streb (ARC)
4 gols
Adriano Oliveira (Getafe)

5º rodada – 17hs
Domingo, 29/04
(O) Meteoro x Sporting
(O) Manchester x Unidos do Abrigo
(P) Santa Fé x MR/Manu’s Bar
(O) Ferro Carril/S.Zero x Conde
(O) UBF x CSKA
(O) Auto Sul/Paredão x Barra FC

Mutantes vence o clássico no Última Hora


ARROIO DOS RATOS – FUTSAL
Liderança da Copa Bira e Marquinhos continua dividida com a vitória do Loryblone

     A quarta rodada da Copa Bira e Marquinhos de Futsal na Sociedade Última Hora, em Arroio dos Ratos, realizada no domingo, 22, teve as vitórias do La Barca, do Loryblone/Carsul e do Mutantes/Coral. Com isso, a classificação do campeonato não se altera. Mutantes/Coral e Loryblone/Carsul dividem a ponta da tabela. A arbitragem da rodada ficou a cargo de Jerônimo Porto e Paulo Zanata.
     No clássico da rodada, Chapecó/Tamanko e Mutantes/coral fizeram um bom jogo. No primeiro tempo, jogo equilibrado, de muita marcação. Destaque para a marcação de Guilherme em Rudi e Josué em Moacir. Aos 9 minutos, erro de marcação do Mutantes e Felipe Ávila entrou sozinho e abriu o placar. O Mutantes partiu para o ataque. Aos 14 minutos, Rudi fez jogada individual e chutou duas vezes para empatar a partida em 1 a 1. Na segunda etapa, o jogo ficou movimentado. Logo no primeiro minuto Felipe Ávila se livrou da marcação e fez 2 a 1. Vinte segundos depois, Fagner arriscou o chute e empatou a partida. Aos 5 minutos, depois do goleiro Marcelo fazer duas defesas, Fagner colocou o Mutante em vantagem: 3 a 2. Aos 8 minutos, Rudi entrou na frente do goleiro e por cobertura fez 4 a 2. No último minuto de jogo, Moacir encerrou o placar em 5 a 2.
     O Loryblone/Carsul não teve dificuldades em vencer o Mancheter por 14 a 1. No primeiro tempo a equipe abriu 5 a 0, com dois gols de Iuri, dois gols de Henrique Godinho e um gol de Mauricio. Na segunda etapa, o Loryblone ampliou o escore, com dois gols de Tainan, dois gols de Gerson, três gols de Alef, um gol de Mauricio e um gol de Eduardo. O Manchester descontou com Cleiton.
     Num jogo muito equilibrado, o Verona venceu o Pongai por 4 a 3. Foi a primeira vitória do Verona na competição. Com os três pontos, o Verona ultrapassa o Pongaí deixando a gurizada na penúltima colocação. Paulo Cassemiro abriu o placar aos 8 minutos para o Verona. Jarlan Pereira empatou aos 10 minutos. Jarlan Junior virou o placar aos 18 minutos. O goleiro Diovani empatou faltando 30 segundos. Na segunda etapa, Marcelo colocou o Verona em vantagem aos 2 minutos. Lucas empatou no minuto seguinte. Aos 10 minutos, Samuel fez o gol da vitória do Verona.
     Fechando a rodada, o La Barca tomou um susto. A equipe do Botafogo surpreendeu o atual campeão nos primeiros 15 minutos. Vagner Coimbra abriu o placar aos 9 minutos. Leonardo Nass fez o segundo aos 10. E Carlos, cobrando pênalti, fez Botafogo 3 a 0, aos 14 minutos. Marlon descontou aos 17 minutos. Carlos fez Botafogo 4 a 2, aos 18 minutos. Em 80 segundos, o La Barca empatou o jogo. Bernardo, cobrando pênalti; Marlon faltando 30 segundos e, novamente Marlon, de jogada ensaiada de escanteio, fez 4 a 4, faltando 15 segundos para terminar a primeira etapa. No segundo tempo, o La Barca dominou e não teve dificuldades de golear o adversário, fazendo 9 a 4. Bernardo, Rodrigo, Alexsandro e Neco, duas vezes, marcaram os gols.

Foto: Renato Miller Silva
Mutantes/Coral, de azul, venceu o clássico contra o Chapecó/Tamanko e divide a liderança da Copa

4ª rodada
Verona 4 x 3 Pongai
Manchester 1 x 14 Loryblone
Chapecó/Tamanko 2 x 5 Mutantes
Botafogo 5 x 9 La Barca

5ª rodada – 18h30m
Domingo, 29/04
Verona x Botafogo
Mutantes x Manchester
Macropan x Pongai
La Barca x Chapeco/Tamanko

Aberto o Futebol Sete livre com cinco empresas


CHARQUEADAS – JOGOS DO SESI
     A etapa municipal de Charqueadas dos Jogos do Sesi de Futebol Sete livre iniciou no sábado, 21. Com a participação de cinco empresas: Multilab, New Free, E.M.S., Tractebel e GKN, a competição será disputada em turno único todos contra todos. Os quatro melhores fazem as semifinais no sistema 1º contra o 4º e 2º contra o 3º.
     Para a abertura da competição, estavam marcadas duas partidas. Porém, o confronto entre New Free e E.M.S. foi transferido para hoje, às 19 horas. O confronto entre Multilab e Tractebel foi realizado. A arbitragem foi de Rose Carvalho e Rogério Maciel.

Multilab 3 x 1 Tractebel
     A abertura da etapa municipal foi entre as empresas Multilab e Tractebel. No primeiro tempo, jogo muito estudado. A Tractebel tentou arriscar um pouco, já que a Multilab jogava com o goleiro improvisado. Porém, teve apenas um chute perigoso, onde o goleiro Helinho fez uma defesa para escanteio. A Multilab não levou perigo ao goleiro Marcio. Nos últimos dois minutos, ficou com um jogador a menos, com o cartão amarelo recebido pelo Fabiano Duarte. Segundo a organização, a primeira fase será disputada com a regra velha.
     Na etapa, a Tractebel abriu o placar aos 5 minutos. Marco Juliano fez jogada individual e chutou no canto, abrindo o escore. Com o gol sofrido, a Multilab partiu para o ataque e empatou no minuto seguinte, após triangulação entre Fabiano, Guilherme e o chute de Lobão. Aos 7 minutos, nova troca de passes e Fabiano Duarte, sozinho fez o gol da virada para a Multilab. Depois disso, a Tractebel teve uma grande chance de empatar a partida, mas desperdiçou a oportunidade. Aos 17 minutos, Cristiano recebeu cartão amarelo por falta sofrida. Com um jogador a mais, a Multilab partiu para definir o jogo e conseguiu marcar o terceiro gol com Fabiano Duarte.

Foto: Renato Miller Silva
A Multilab estreou na competição de futebol sete livre vencendo a empresa Tractebel no sábado

1ª rodada
Multilab 3 x 1 Tractebel
New Free x E.M.S. (Hoje)

Goleador
2 gols
Fabiano Duarte (Multilab)

2ª rodada – 17h30m
Sábado, 28/04
E.M.S. x GKN
New Free x Multilab

Talento passado de geração em geração


FUTSAL
Pai e filho, jogadores de Charqueadas, destacam-se em time de Santa Catarina

Thiago Oliveira

     Já diz o ditado que filho de peixe peixinho é. Na ADU/Hipper Freios/Joma, há um caso deste tipo. Enquanto o fixo Luciano é um dos líderes da equipe dentro de quadra, seu filho Lucas começa a ganhar espaço na equipe sub-17.
     Aos 35 anos, Luciano, natural de Porto Alegre, jogou apenas no Rio Grande do Sul, antes de se mudar para Tubarão. Ele afirma que há tempos sonhava em defender a equipe da Cidade Azul.
- Sempre tive vontade de jogar aqui. Ouvia Gordo e Gustavo falarem muito bem da cidade e do time. Então, quando eu recebi o convite do Marco (Freitas, supervisor de futsal da ADU), aceitei na hora - lembra.
     A ida do pai para Tubarão fez com que Lucas, de 16 anos, tivesse a chance de deixar Charqueadas em busca do sonho de jogar em uma equipe de maior expressão. E o jovem fixo diz gostar do novo clube.
- Aqui nós disputamos o estadual, que todo mundo vê. Além disso, o time é muito bom. Dá para brigar pelo título - relata o filho.
     Lucas, que começou a jogar motivado ao ver o pai em quadra, inspira-se em Luciano.
- Eu aprendo muito com ele. Aprendo a marcar, como chutar - conta.
      O camisa 2 da ADU garante que não pega no pé do filho.
- Sou tranquilo. Procuro apenas dar uns toques para ele.
Coruja, Luciano acredita que Lucas será melhor que ele dentro da quadra.
- Ele tem as minhas características, como a vibração, marcação, o chute. E, além disso, ele é mais técnico. Jogamos juntos em Charqueadas, e ele surpreendeu - revela o pai orgulhoso.

Experiência a favor da equipe

     Nos clubes pelos quais passou, o fixo Luciano, da ADU, ficou conhecido pela vibração e garra dentro de quadra. Ele afirma que esses são valores que tenta passar para o filho Lucas, que joga na mesma posição pela equipe sub-17.
- Sou guerreiro, sempre quero a vitória, e eu sempre tentei passar isso para ele - conta.
     Aos 35 anos, o camisa 2 da ADU tenta passar a sua experiência para os mais jovens, sempre de uma maneira tranquila.
- Não sou daquele tipo chato. Sou mais de conversar. Tento ajudar nos momentos difíceis.
     Luciano lembra que a torcida ainda não teve a oportunidade de conhecê-lo bem, mas espera dar o seu melhor quando estiver em quadra.
-Em casa, eu não tive a oportunidade de jogar muito tempo, mas trabalho para, quando precisar ajudar o time, fazer o meu melhor.
     Sem tempo para acompanhar os jogos de Lucas, Luciano conversa sempre com o ex-pivô Athiê, que atualmente treina o time de base da ADU.
- Sempre pergunto como ele está. Afinal, o maior orgulho do pai é saber que o filho está bem - conclui.

Projeto Criança Colorada leva alunos ao Beira-Rio


CHARQUEADAS
     Alunos e professores das Escolas Maria de Lourdes e Pio XII de Charqueadas, participaram no sábado dia 13 de abril, de mais uma edição do Projeto Criança Colorada. Em uma parceria do Sport Clube Internacional e as escolas, os  alunos entraram em campo com os Jogadores, receberam a bandeira do Clube e lanche. Os 40 alunos participaram de uma visita ao Museu do Inter, onde viram fotos e as taças dos principais campeonatos de que o Clube participou. Na quinta edição, os professores e os alunos participantes da escola Maria de Lourdes demonstram uma grande satisfação ao acompanhar de perto os bastidores de um jogo no estádio Beira-Rio.
- É  uma emoção, algo inexplicável, um sonho realizado, poder entrar em campo e dar a mão para um jogador do Internacional - afirma a aluna Caroline , 11 anos da Escola Maria de Lourdes.
     A participação no Projeto Criança Colorada faz parte do projeto Esportivo da Escola em comemoração ao aniversário do Internacional.
Foto: Divulgação
Alunos e professores em visita ao Museu do Inter

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Fala Ziba

Presidente prometeu
O presidente do Clube do Comércio, Marcelo Bartz, na primeira reunião da 16ª edição da Taça de Futsal, ao ser indagado sobre punições aos atletas, dirigentes e torcedores que se envolvessem em confusão e brigas durante a competição, foi bem claro e incisivo: disse que haveria punição rigorosa para todos os fatos.
Na primeira rodada, houve confusão entre três atletas relatados em súmula e presenciada pela diretoria. Os atletas citados foram suspensos da competição e, segundo o ofício, não podem voltar à sociedade por 180 dias. Ou seja, os atletas estão eliminados da taça. Quem estava na reunião, ou seja, os representantes das equipes, ouviu muito bem as palavras do presidente Marcelo (Peteu).

Retranca ganha jogo
Quem assistiu ao badalado confronto das semifinais da Champions Lyga entre Chelsea e Barcelona pode conferir que uma retranca bem armada pode ganhar o jogo. O Barcelona ficou 70% do tempo com a posse de bola. Teve quatro reais situações de marcar gol, sendo que chutou duas bolas na trave. E, num erro individual, do melhor do mundo, tomou o contra-ataque e o gol. O time que jogou em casa, no caso o Chelsea, montou uma ótima retranca e na única chance que teve marcou o gol da vitória. No jogo de volta, semana que vem, joga pelo empate, na casa do adversário. E pensar que alguns comentaristas criticavam o Celso Roth.

Torneios
O atleta Rudi está organizando um torneio de futsal e handebol neste final de semana no Ginásio do Sindicato dos Metalúrgicos, em Charqueadas. Segundo informações preliminares, o torneio tem 45 times inscritos.

Genoma Colorado
Está marcado para sábado, 21, no campo do Estrela, em Arroio dos Ratos, o confronto entre o núcleo de Arroio dos Ratos e São Jerônimo, nas categorias mirim, infantil e juvenil. Os jogos iniciam às 9 horas.

Copa Cipriano Estrada
O Campeonato Municipal de Futebol Veterano – Copa Cipriano Estrada terá o confronto entre Farroupilha e Vila Julieta. O confronto será o jogo da volta. No primeiro turno a partida terminou empatada em 2 a 2.

Copa Caubi dos Santos Franco
O Campeonato Municipal de Futebol Sub-17 – Copa Caubi dos Santos Franco terá domingo, 22, duas partidas. O Farroupilha enfrenta o lanterna Real Madrid. Será o penúltimo compromisso do Farroupilha, que precisa da vitória para ainda ter alguma chance de classificação para as semifinais. O segundo confronto será entre o líder União contra o América. Uma vitória do União poderá garantir vaga direta na final. O América precisa vencer os três compromissos que lhe restam e torcer por resultados.

Dupla Gre-Nal
A dupla Gre-Nal entra em campo neste final de semana pelas semifinais da Taça Farroupilha. O Grêmio joga sábado contra o Canoas. O Inter joga domingo contra o Veranópolis. Os vencedores decidem a Taça Farroupilha. Tudo indica que teremos Gre-Nal na final. Ou alguém duvida? Em nível nacional e Sul Americano, o Grêmio vai enfrentar o Fortaleza na próxima fase da Copa do Brasil. Ontem, o Colorado teve o último confronto da fase de grupos da Taça Libertadores.

Clube do Comércio prepara competição no meio da semana

SÃO JERONIMO – REGIONAL DE VETERANOS
     A diretoria do Clube do Comércio de São Jerônimo já realizou duas reuniões preparatórias para um campeonato regional de veteranos. Na última segunda-feira, 16, o diretor do Clube, Airton Heberle (Lico), esteve reunido com sete representantes de equipes veteranas de São Jerônimo, Charqueadas e Arroio dos Ratos. Por telefone, um representante de General Câmara confirmou interesse na participação.
     A intenção do Clube do Comércio é organizar o campeonato com jogos no meio da semana. O dia proposto foi a terça-feira, com a realização de três partidas por noite. A ideia da diretoria é ter dez times na competição.
     Nesta última reunião, ficou decidido que o campeonato será para atletas com idade superior a 40 anos, sendo permitido inscrever dois atletas de 38 anos completos.
     A competição será nos moldes da Série Ouro da Taça de Futsal força livre, ou seja, todos contra todos, classificando-se os dois melhores diretamente para as semifinais e os outros quatro melhores para uma disputa de quartas de final.
     Também foi sugerido homenagear um desportista da Região Carbonífera com o nome da Taça. Na próxima segunda-feira, haverá mais uma reunião para definir o número de participantes. Estiveram na reunião os representantes das equipes Tareco, São Jerônimo EC, Jeromina, Radar, Sport/Carsul, Central e Conde.

Foto: Renato Miller Silva
Representantes das equipes veteranas já aprovaram a idade e a formula de disputa da competição

Real Beer estreia na Taça Bira e Marquinhos

ARROIO DOS RATOS – FUTSAL VETERANOS
     Hoje à noite, a partir das 20 horas, na Sociedade Última Hora, em Arroio dos Ratos, acontece a segunda rodada do Campeonato Regional de Veteranos – Taça Bira e Marquinhos de Futsal. A rodada terá três jogos.
     O confronto de abertura terá a estreia do Real Beer contra o Vila Nova. A equipe de General Câmara venceu na estreia e lidera a competição ao lado do São Jerônimo EC/ Schnorr AContábil.
     A equipe São Jerônimo EC/Schnorr AContábil enfrenta o Sport/Carsul. O outro confronto será entre Tareko e Santa Cruz.

2º rodada – 20 hs
Sexta-feira, 20/04
Real Beer x Vila Nova
Tareko x Santa Cruz
São Jerônimo EC x Sporting/Carsul

Clássico movimenta a quarta rodada no Última Hora

ARROIO DOS RATOS - FUSTAL
     O clássico que decidiu o Campeonato Alvinegro do ano passado será revivido no domingo, 22, pela 4ª rodada da Copa Bira e Marquinhos de Futsal, na Sociedade Última Hora, em Arroio dos Ratos.
    O líder Mutante/Coral enfrenta o invicto Chapecó/Tamanko. Muitas expectativas em torno do confronto, já que as duas equipes estão reforçadas em relação ao último campeonato. As duas equipes estão com 100% de aproveitamento. O Mutantes/Coral já jogou três partidas. O Chapecó/Tamanko jogou duas vezes.
     A outra equipes invicta é o Loryblone/Carsul que enfrenta o Manchester, atual 4º colocado.
     O La Barca enfrenta o Botafogo e o Verona vai jogar contra o Pongaí.

4ª rodada – 18h30m
Domingo, 22/04
Verona x Pongaí
Manchester x Loryblone
Chapecó/Tamanko x Mutantes
Botafogo x La Barca

Jogadores punidos com suspensão de 180 dias

SÃO JERONIMO - FUTSAL
Rodada vale liderança isolada na Ouro e na Prata

     A diretoria do Clube do Comercio decidiu punir com suspensão por 180 dias os atletas Tiago Xarão (Ferro Carril/Sede Zero), Mauricio Ventura e Lucian Gamarra (CSKA). A punição se deve por fatos relatados em sumula pela arbitragem do confronto entre Ferro Carril/ Sede Zero e CSKA na primeira rodada da fase de classificação da 16ª taça de futsal, onde três atletas se envolveram trocas de socos na disputa da bola, após um gol marcado pela equipe do CSKA.
    O treinador do Ferro Carril, Cristiano (Boca de Ripa) que também foi expulso de quadra, foi suspenso por três jogos.

Quarta rodada
     No domingo, 22, será disputada a 4ª rodada da competição, com dois jogos da série ouro e quatro jogos da série prata.
     Pela série ouro jogam Sporting/ Radar contra UBF. Este confronto vale a liderança isolada para o UBF, caso obtenha o resultado positivo, uma vitoria ou um empate. Uma vitoria do Sporting/Radar a equipe comandada pelo Vitor termina a rodada na liderança.
     O outro confronto da série ouro é entre Conde e Manchester. A equipe do Conde fará seu segundo jogo.  Na estreia perdeu para o Auto Sul. O time do Bolinha busca a reabilitação. O Manchester fará sua terceira partida e ainda não marcou pontos. Ocupa a penúltima colocação com saldo negativo de cinco gols.
     Na série prata, o confronto da chave A vale a liderança. Getafe e ARC venceram na estreia e disputam o segundo compromisso na competição.
Na chave B, a rodada é completa para as seis equipes. O ABF defende a liderança da chave contra o São Paulo. O Radar/Sporting, também defende a liderança contra o Arsenal. Fechando a rodada, o Atlético enfrenta o AFCEEEE.

Foto: Renato Miller Silva
ABF, de Dimão e Rafael (camisetas listradas) defendem a liderança da chave B contra o São Paulo

4º rodada – 17 hs
Domingo, 22/04
(P) São Paulo x ABF
(P) Getafe x ARC
(P) Atlético x AFCEEEE
(O) Sporting x UBF
(O) Conde x Manchester
(P) Arsenal x Radar

terça-feira, 17 de abril de 2012

Fala Ziba

Genoma Colorado
A abertura do triangular regional de futebol de categorias de base do Genoma Colorado foi cancelada, no sábado, 14, devido às chuvas. O confronto entre os núcleos de Arroio dos Ratos e São Jerônimo foi transferido para o próximo sábado, 21.

A título de curiosidade
A arbitragem que está conduzindo os jogos da Taça de Futsal do Clube do Comércio, em São Jerônimo, e da Taça Bira e Marquinhos de Futsal, em Arroio dos Ratos, é do primeiro quadro da Federação Gaúcha de Futsal e Confederação Brasileira de Futsal. No domingo, em São Jerônimo, estiveram trabalhando nos jogos João de Deus, Antonio Carlos (Federados) e Ricardo Messa (Confederado). Aliás, domingo pela manhã, quem assistiu pela TV, Carlos Barbosa e Assoeva, partida válida pelo Estadual de Futsal, pode conferir a atuação de Ricardo Messa. Em Arroio dos Ratos, não foi diferente. Os jogos foram conduzidos por Moacir Yung (Federado) e Jeferson Cabral (Confederado e um do melhores árbitros de futsal do País). Só a título de curiosidade.

Julgamento
A diretoria do Clube do Comércio se reuniu ontem à noite para analisar as súmulas e julgar, conforme o regulamento da competição e estatuto da Sociedade, os atos dos atletas e dirigentes expulsos nas primeiras rodadas da 16ª Taça de Futsal. O resultado do julgamento será publicado na próxima edição.

Copa Bira e Marquinhos de Veteranos
Recebo um email do Leandro Souza, representante da equipe São Jerônimo EC/Schnorr AContabil, dizendo o seguinte: “A Sociedade Última Hora autorizou o Vila Nova inscrever um atleta com menos de 38 anos, o que é proibido pelo regulamento para as equipes visitantes.
O São Jerônimo EC não aceita e recorrerá da decisão. Ou beneficia todos, ou reverte a decisão", falou Leandro Souza, presidente da equipe, podendo não entrar em quadra na sexta-feira contra o Sport/Carsul, se a decisão arbitraria não for revista. 

Reunião de Veteranos
A diretoria do Clube do Comércio realizou ontem à noite, a segunda reunião preparatória para o Campeonato Regional de Veteranos. Os jogos deverão ser disputados no ginásio do Clube do Comércio nas noites de terças ou quartas-feiras. Para a reunião de ontem, treze agremiações receberam o convite. Devido ao fechamento desta edição, daremos maiores detalhes desta competição na próxima edição.

Copa Cipriano Estrada
O Madureira venceu o Vila Julieta por 3 a 0 na abertura do returno do triangular do Campeonato Municipal de Veteranos – Copa Cipriano Estrada, em Butiá. Guto e Mauricio, duas vezes, marcaram os gols. O Madureira lidera o triangular. Com os dois marcados, Mauricinho é o goleador da competição com 6 gols.

Copa Caubi Santos Franco
Pelo Campeonato Municipal de Futebol Sub-17 – Copa Caubi Santos Franco, também em Butiá, domingo, 15, foi realizada três partidas. O Vila Julieta venceu o Real Madrid por 5 a 0. O Farroupilha venceu o América por 5 a 1. E, na disputa pela liderança o União venceu o Butiá por 2 a 0. Agora, o União é líder isolado.

São Jerônimo e Vila Nova vencem na abertura

ARROIO DOS RATOS – VETERANOS

     A Taça Bira e Marquinhos de Veteranos na Sociedade Última Hora, em Arroio dos Ratos, foi aberta na sexta-feira, 13, com três partidas. A primeira rodada teve 20 gols marcados. Os jogos foram conduzidos pela dupla de árbitros Jeferson Cabral e Moacir Yung.
     A Taça será disputada por sete times que jogam entre si em turno único. Os quatro melhores pontuados fazem as semifinais em dois jogos. As rodadas acontecem todas às sextas-feiras.
     Na primeira rodada, Central e Tareko empataram em 2 a 2. O São Jerônimo EC/Schnorr AContabil venceu o Santa Cruz por 5 a 3 e o Vila Nova venceu o Sport/Carsul, também, por 5 a 3. A equipe do Real Beer ficou de folga.

Central 2 x 2 Tareko
     O confronto de abertura da competição terminou empatado. A equipe Central, de Arroio dos Ratos, enfrentou o Tareko de São Jerônimo. O primeiro tempo foi um jogo muito cadenciado. O Central arriscou alguns chutes do outro lado da quadra e o Tareko também não se expôs ao ataque. Mas, na segunda etapa, os dois times voltaram mais ativos. O Tareko abriu o placar após dois erros sucessivos da defesa. Aos 4 minutos, Edson marcou 1 a 0. O Central melhorou depois do gol. O goleiro Edmundo fez grande defesa nos pés de Hugo aos 8 minutos. Mas, aos 12 minutos, Edmundo não conseguiu defender o chute de Edmilson. Era o gol de empate do Central. Aos 15 minutos, após troca de passes, Zeno perdeu o gol do Tareko. Porém, 30 segundos depois, Antonio fez jogada individual e chutou ao gol para fazer o segundo gol do Tareko. Aos 18 minutos, a tradicional jogada do futsal. Wolmir passou para Edmilson que fez o pivô. Wolmir, sem marcação, acertou o chute e empatou o jogo em 2 a 2.

Santa Cruz 3 x 5 São Jerônimo EC
     A equipe São Jerônimo EC/Schnorr AContabil, atual campeã da competição, estreou com vitória contra a estreante equipe Santa Cruz. Tentando imprimir velocidade com Jorge Matias, o São Jerônimo EC foi supreendido aos 3 minutos. Após troca de passes, Gilberto chutou na saída do goleiro e abriu o placar para o Santa Cruz. No minuto seguinte, Jorge Matias arriscou o chute e marcou o gol de empate. Aos 12 minutos, nova torça de passes do Santa Cruz e Gonçalino chutou na saída do goleiro, fazendo 2 a 1. Aos 16 minutos, Vagner fez jogada individual e empatou o jogo. No segundo tempo, São Jerônimo EC voltou apertando o adversário. Nos primeiros dois minutos foram duas bolas na trave do goleiro Seco. Aos 8 minutos, o gol da virada. Rogério chutou a bola no travessão. No rebote, Sandro Sarará chutou no canto, fazendo 3 a 2. Aos 12 minutos, tabela entre Jorge Matias e Sandro Sarará . Gol de Jorge Matias. Aos 17 minutos, o gol mais bonito. Nova tabela de Sandro Sarará e Jorge Matias. Sandro entrou na frente do goleiro Seco, deu um chapéu no goleiro e completou para o gol vazio, fazendo 5 a 2. Aos 18 minutos, Cezar descontou.

Sport/Carsul 3 x 5 Vila Nova
     O confronto que fechou a primeira rodada foi decidido no último minuto. Durante todo o jogo as situações de gols foram equilibradas. O Sport/Carsul arriscava chutes com o goleiro Diovani. O Vila Nova apostava nos erros do adversário. Aos 7 minutos, Diovani tabelou e chutou ao gol fazendo 1 a 0. Aos 9 minutos, Cristiano empatou o jogo. Aos 16 minutos, Joel entrou pela direita e chutou cruzado fazendo 2 a 1 para o Vila Nova. Na segunda etapa, o Sport/Carsul mudou a equipe e imprimiu ritmo forte. Arriscando mais, também deu espaço para o contra-ataque. Aos 15 minutos Marcelo entrou sozinho e fez 3 a 1. No minuto seguinte, contra-ataque para o Sport/Carsul e Carlos Ribeiro descontou. Aos 18 minutos, Diovani arriscou o chute do meio da quadra e empatou o jogo. 30 segundos depois, a defesa errou e Paulo aproveitou para fazer 4 a 3 para o Vila Nova. No último minuto, ao tentar o gol de empate, o Sport/Carsul errou a troca de passe. No contra-ataque Cristiano fechou o escore a favor do Vila Nova.

Fotos: Renato Miller Silva 
Rogério (4) ajudou o São Jerônimo EC na primeira vitória do Campeonato Regional de Veteranos
Na abertura do Campeonato Regional de Futsal Veteranos, Tareko (camiseta clara) e Central empataram em 2 a 2

1ª rodada
Central 2 x 2 Tareko
Santa Cruz 3 x 5 São Jerônimo
Sport/Carsul 3 x 5 Vila Nova

Goleadores
2 gols
Diovani (Sport/Carsul)
Cristiano (Vila Nova)
Jorge Matias (S.Jerônimo)
Sandro Sarara (S.Jerônimo)

2ª rodada – 20hs
Sexta-feira, 20/04
Real Beer x Vila Nova
Tareko x Santa Cruz
São Jerônimo x Sport/Carsul
Folga: Central

Barra FC e UBF dividem a liderança

SÃO JERÔNIMO – FUTSAL
Próxima rodada terá confrontos que valem a liderança isolada na Série Ouro e na Série Prata

     A 16ª Taça de Futsal do Clube do Comércio, em São Jerônimo, teve realizada a terceira rodada, no domingo passado, 15. Foram assinalados 52 gols nos seis jogos disputados. A equipe de arbitragem, composta por Antônio Carlos, Ricardo Messa, João de Deus e Rogério Maciel distribuiu 23 cartões amarelos e seis vermelhos.
     O CSKA chegou ao terceiro jogo na competição e ao terceiro empate. A liderança da Série Ouro está dividida entre Barra FC e UBF, ambos com 100% de aproveitamento.
A próxima rodada terá o confronto entre Sporting/Radar e UBF, que poderá definir a liderança isolada. Na Série Prata o confronto Getafe contra ARC vale a liderança da chave A.

Série Prata
     As treze equipes da Série Prata já estrearam na competição. Integrante da chave A, o Santa Fé foi a última equipe a estrear e enfrentou o América. O jogo foi bem equilibrado e terminou empatado em 2 a 2. O Santa Fé abriu o placar aos 9 minutos com Felipe Nunes. O América apresentou todo o plantel. 15 jogadores ficaram a disposição do treinador Kiko e do auxiliar Moisés. Aos 18 minutos Yohan empatou a partida. O Santa Fé voltou a ficar na frente do placar com gol de Gustavo Stefler, aos 7 minutos da etapa final. Mas Yohan empatou o jogo aos 15 minutos.
     No segundo confronto da Série Prata e pela chave A, muita confusão entre Youngers e MR/Manu’s Bar. Depois do primeiro tempo terminar empatado em 2 a 2, Luiz Gustavo marcou para o Youngers e Antonio e Marcelo marcaram para o MR, a partida ficou tensa na segunda etapa. O Youngers abriu 4 a 2, com gols de Jeferson e Cristiano antes dos 2 minutos. O MR empatou e virou o placar para 7 a 4 antes dos 8 minutos, com dois gols de Leonardo, Cleber, Marcelo e Fernando. Aos 14 minutos, Jonatas, do MR foi expulso. Luiz Gustavo aproveitou um homem a mais e descontou o escore. Aos 18 minutos, Marcelo, do MR, também foi expulso. No mesmo lance, o treinador Ronaldo invadiu a quadra para reclamar e foi expulso. Com um jogador a mais, Lucas descontou para o Youngers, 30 segundos depois da expulsão. Porém, 0o Youngers não conseguiu empatar. Ao final da partida, o atleta Diego Leão, do Youngers, foi expulso por reclamar da arbitragem.

Série Ouro
     Pela Série Ouro foram disputadas quatro partidas. O UBF conquistou a segunda vitória na competição. Jogando contra o Meteoro, o time do Paulo venceu por 6 a 3. Na primeira metade do tempo inicial, o confronto estava 2 a 2. Pablo marcou os gols do Meteoro. Venicius e Rick marcaram os gols do UBF. Aos 12, Willian Ramos e aos 17, Jean Carlos, colocaram o UBF em vantagem. Na segunda etapa, Willian Ramos marcou mais dois gols, aos 11 e aos 16. Guma descontou para o Meteoro, aos 19.
     Barra FC e Unidos do Abrigo fizeram um ótimo jogo. Como era de se esperar a partida foi decidida no detalhe. O Unidos, comandado por Flavio, abriu o placar com Tainan, aos 8 minutos. O Barra FC, comandando pelo ex-goleiro Renato, empatou e virou o placar para 3 a 1, com gols de Fagner, Alisson e Dunda. Faltando dois minutos para terminar, Gerson e Adriano marcaram os gols de empate para o Unidos. Na segunda etapa, Willian colocou o Barra em vantagem aos 3 minutos. Gerson empatou aos 6. Helinho colocou o Barra em vantagem aos 7. Tiago Lopes empatou aos 8. Willian colocou o Barra em vantagem aos 9 e sustentou o placar de 6 a 5 até o final.
     O Sporting/Radar somou a primeira vitória no campeonato após bater o Manchester por 5 a 2. Na primeira etapa o escore mínimo foi assinalado por Claiton, aos 13. O 1 a 0 para o Sporting/Radar durou até os 11 minutos do segundo tempo, quando Felipe Castor fez 2 a 0. Claiton fez 3 a 0 aos 15 minutos. Douglas descontou para o Manchester. Mas, Anderson Pereira marcou duas vezes e deu tranqüilidade ao treinador Vitor. Douglas encerrou o escore. O Manchester sofreu a segunda derrota.
     Fechando a rodada outro grande confronto. O Auto Sul/Paredão enfrentou o CSKA/Adrenalina/City Car. Tentando a primeira vitória, o time do Flavio jogou bem. Abriu o placar aos 50 segundos de jogo com Pablo e ampliou o escore aos 4 minutos com Lucas Medeiros. O Auto Sul, comandado pelo Paulinho, buscou a reação aos 12 minutos, com um gol de Juninho. Faltando 30 segundos, Guinho ampliou o escore para o CSKA. Não deu tempo de comemorar a vantagem, já que Vinicius descontou o placar na saída do centro e 30 segundos depois, Tiago Gonçalves empatou a partida em 3 a 3. O confronto ficou equilibrado. Aos 12 minutos, Luis Ricardo acertou um chute no ângulo do goleiro Tatu, fazendo 4 a 3. A partir daí, o jogo ficou nervoso. O Auto Sul partiu para o ataque. O CSKA começou a abusar das faltas e reclamação. Quatro jogadores foram advertidos com cartão amarelo. Além disso, cometeu o limite das cinco faltas. Aos 16 minutos, o diretor do Auto Sul, Odemar, foi expulso de quadra ao reclamar da arbitragem por conta de um toque de mão não assinalado. No último minuto de jogo, após um bate-rebate a bola desviou na mão de Guinho dentro da área. Pênalti marcado. Samuel cobrou e empatou o jogo. No final da partida o treinador Flavio, do CSKA, foi expulso de quadra.

Fotos: Renato Miller Silva clube
Santa Fé, de Iuri (na disputa pela bola) estreou na Série Prata com um empate contra o América
CSKA, de Juliano e Rai (camisetas azuis) disputou a terceira partida na Taça de Futsal e acumulou o terceiro empate consecutivo

3ª rodada
Santa Fé 2 x 2 América
Youngers 6 x 7 MR/Manu’s Bar
Meteoro 3 x 6 UBF
Barra FC 6 x 5 Unidos
Manchester 2 x 5 Sporting
Auto Sul/Paredão 4 x 4 CSKA

4ª rodada – 17hs
Domingo, 22/04
(P) São Paulo x ABF
(P) Getafe x ARC
(P) Atlético x AFCEEE
(O) Sporting x UBF
(O) Conde x Manchester
(P) Arsenal x Radar

Mutantes e Loryblone dividem a liderança

ARROIO DOS RATOS – FUTSAL
Os dois líderes e o Chapecó/Tamanko estão com 100% de aproveitamento

     A terceira rodada da Copa Bira e Marquinhos de Futsal força livre na Sociedade Última Hora confirmou a liderança dividida entre Mutantes/Coral e Loryblone/Carsul. As duas equipes venceram na rodada disputada domingo, 15, e chegaram aos 9 pontos em três partidas. O Chapecó/Tamanko sofreu contra os garotos do Pongaí, mas venceu a segunda partida. As três equipes estão com 100% de aproveitamento na competição.
     A rodada teve 32 gols marcados com destaque para Rudi (Mutantes) e Alef (Loryblone) que marcaram três vezes cada. O La Barca folgou na rodada. Os quatro jogos disputados foram conduzidos por Jeferson Cabral e Moacir Yung.

Mutantes 7 x 1 Macropan
     O Mutantes/Coral segue invicto na competição. Enfrentando o lanterna Macropan, a equipe abriu 3 a 0 em sete minutos. Fagner abriu o placar com 2 minutos de jogo. O próprio Fagner marcou o segundo aos 6 minutos. Rudi fez 3 a 0 aos 7 minutos. Depois a equipe do Mutantes diminuiu o ritmo. Na segunda etapa, o Macropan descontou aos 3 minutos com Guilherme Medeiros e esboçou uma reação. Mas, 30 segundos depois, Rudi tratou de impedir a reação, com o quarto gol. Aos 7 minutos, Moacir ampliou o escore. Moacir marcou mais um gol aos 17 minutos. E, Rudi fechou a goleada aos 18 minutos.

Manchester 4 x 3 Verona
     Foi um confronto bem equilibrado com poucos lances de gol no primeiro tempo. Somente um ataque mais forte, o Manchester abriu o placar com Alessandro, aos 9 minutos. Na segunda etapa, Alessandro marcou o segundo gol aos 50 segundos. Aos 6 minutos, Haufi colocou o Manchester em vantagem com 3 a 0 no placar. O Verona mudou o goleiro. Diovani entrou na meta e passou a ser um finalizador do meio da quadra. Aos 9 minutos acertou um chute, descontando o placar para 3 a 1. Com o gol marcado, o Verona partiu para o ataque. Aos 16 minutos, André fez o segundo gol do Verona. Aos 18 minutos, Rafael marcou 4 a 2 para o Manchester e, 40 segundos depois, Diovani, do meio da quadra, descontou o escore para 4 a 3. No minuto final, o Verona pressionou, mas não conseguiu empatar.

Botafogo 3 x 4 Loryblone
     A equipe do Botafogo perdeu uma grande oportunidade de fazer um escore dilatado nos primeiros doze minutos de jogo. Isto porque o Loryblone/Carsul entrou em quadra com apenas 4 jogadores. Tratou-se de se defender até chegar mais atletas. Embora com um jogador a mais, o Botafogo criou pouco. Na segunda metade do primeiro tempo o número de jogadores ficou igual e aí prevaleceu a melhor qualidade técnica. Faltando 10 segundos para terminar a etapa inicial, Alef abriu o placar para o Loryblone. Na segunda etapa Iuri Resende ampliou o escore aos 2 minutos. Leonardo Nass descontou em um contraataque 50 segundos depois. Não deu tempo de comemorar, porque na saída de bola, Alef fez 3 a 1. Depois disso, o Loryblone administrou o resultado até os 18 minutos, quando Leonardo Nass descontou novamente e o Botafogo partiu para a reação. Mas, no contra-ataque, Alef fez 4 a 2. No zerar do cronometro, Carlos Coelho descontou para o Botafogo.

Pongaí 4 x 6 Chapecó/Tamanko
     A equipe do Chapecó/Tamanko deve muitas dificuldades em vencer o Pongaí. Apesar de abrir 2 a 0, com dois gols de Gustavo na metade do primeiro tempo, o Chapecó/Tamanko foi envolvido na segunda metade da etapa inicial. Com gols de André e Jarlan Junior o Pongaí empatou a partida. No inicio do segundo tempo, aos 5 minutos, novamente a dupla André e Jarlan Júnior aprontaram e fizeram 4 a 2 no placar. Depois, a gurizada do Pongaí tratou de se defender e permitiu a pressão. Aos 10 minutos, Finfa descontou para 4 a 3. Tomas, aos 13 minutos, empatou. A equipe do Chapecó/Tamanko era só ataque. Aos 18 minutos o Pongaí errou a marcação e Tomas marcou o gol da virada. No zerar o cronometro, Felipe Ávila fechou o escore.

Foto: Renato Miller Silva
Rudi (com a bola) marcou três gols na vitória do Mutantes/Coral sobre o Macropan na abertura da terceira rodada e manteve a liderança

3ª rodada
Mutantes 7 x 1 Macropan
Manchester 4 x 3 Verona
Botafogo 3 x 4 Loryblone
Pongaí 4 x 6 Chapecó Tamanko

4ª rodada – 18h30m
Domingo, 22/04
Verona x Pongaí
Manchester x Loryblone
Chapecó Tamanko x Mutantes
Botafogo x La Barca

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Expedição “América do Sul no Pedal” chega ao fim

Trajeto final teve participação de educador físico jeronimense.

Fernanda Leal

     Eles são porto-alegrenses e profissionais da área de Educação Física que partiram em uma expedição de bicicleta pela América do Sul quatro dias após o casamento. Cristiane Pedroso Trindade e Moacir Miorando Júnior iniciaram a aventura batizada “América do Sul no Pedal” em 17 de novembro de 2010 e retornaram à cidade natal no último sábado, 31 de março de 2012. Foram 501 dias, um a mais do que o previsto, período em que passaram por Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela e litoral brasileiro, percorrendo uma distância de mais de 29 mil quilômetros.
     Segundo o blog (confere lá: http://americadosulnopedaldiariodebordo.blogspot.com.br), o objetivo da expedição foi “divulgar e valorizar a cultura Latina, demonstrar a possibilidade de se deslocar sem a utilização de veículo automotor e sem poluir e incentivar a prática esportiva”.
     Em sintonia com a filosofia do pedal e a proposta da dupla, o jeronimense Emerson Chiká, o Dunda, percorreu ao lado dos aventureiros o trecho final do trajeto. Emerson é também educador físico, proprietário de academia em São Jerônimo desde junho de 2010 e pratica corrida e pedaladas em longas distâncias desde novembro daquele ano. Além disso, é primo de Cristiane.
     “Eu já praticava a bicicleta em longas distâncias com um grupo de São Jerônimo e outro de General Câmara, às vezes sozinho também. Ainda antes de a Cristiane e o Moacir saírem pela América, combinamos que eu os acompanharia na chegada”, explica. E a “chegada” foi longa: para ele, foram 237 km, percorridos em um único final de semana. Haja pernas.

Quase lá
     Cristiane e Moacir chegaram a Balneário Pinhal, litoral sul do estado, na noite de quinta-feira, 29, onde ficaram hospedados na casa de parentes. A dupla é veranista daquela praia, onde são bastante conhecidos. Parte do patrocínio, inclusive, veio de um supermercado local. Emerson partiu de São Jerônimo na manhã de sexta-feira, 30, seguiu de carro até Osório e, dali, já a bordo da bicicleta, percorreu os 43 km até Balneário Pinhal.
     Ao encontrar os primos e companheiros de aventura, muita saudade. Abraços, conversas, risadas, era hora de botar o papo em dia em volta de uma mesa farta de café da manhã; a sexta-feira transcorreu assim, leve, dia de descanso e preparo para o dia seguinte, quando partiriam ainda cedo pela manhã para chegar a Porto Alegre no final da tarde.

O último dia
     Chegou o sábado. O trio – Cristiane, Moacir e Emerson – acordou às 7h e recepcionou outras duas pessoas que os acompanhariam até Porto Alegre: Camila e João Saikoski. O casal, morador da Capital e também experiente nos pedais, é proprietário de uma empresa que fabrica e comercializa bolsas impermeáveis. Os equipamentos são usados acoplados à bicicleta. Foram eles os fornecedores do material que foi usado e aprovado por Cristiane e Moacir na jornada.
      O grupo já somava cinco pessoas. Antes da partida, concederam entrevista a uma rádio local, que os acompanhou com transmissão ao vivo desde a saída de Balneário Pinhal, na RS-040, por volta de 9h, até o “túnel verde”, formação de eucaliptos famosa no Estado, localizada naquela estrada, que fica próxima ao município de Capivari. Tiveram ainda escolta da Brigada Militar até Viamão. “Isso foi importante porque, em alguns locais, o acostamento era muito ruim. Nessas horas, tivemos que tomar conta da pista. Tivemos muito apoio do oficial que nos acompanhou”, avalia Emerson.
     Na altura de Viamão, outro esportista uniu-se ao grupo: Fernando Tavares saíra de Porto Alegre às 14h50min daquele dia para encontrá-los às 16h30mim. “Eu fui colega do Moacir na faculdade, nos formamos juntos. Queria ir até Pinhal, não pude por causa de um compromisso de trabalho”, lamenta. Eram, agora, seis os aventureiros.

A chegada
     Foram 120 km percorridos só no último dia, desde Balneário Pinhal até Porto Alegre. A chegada oficial, que teve recepção, coquetel, música e muita gente, aconteceu na Academia Sal da Terra, localizada na Avenida José de Alencar, uma das patrocinadoras do projeto. Família, amigos e admiradores fecharam a rua para receber o grupo, que apontou às 19h30min. Cristiane e Moacir destacavam-se dos outros pela quantidade de bagagem que traziam. E pelo tamanho do sorriso.
     A chegada foi uma grande festa. “Esta viagem nos emocionou muito. Queríamos viajar, conhecer lugares, e poder contribuir com esse conhecimento, dividi-lo com as pessoas. Somos prova de que um outro modo de vida é possível: vivemos um ano e meio com duas mochilas e duas bicicletas”, avalia Cristiane. “Botamos a ‘cara a tapa’, enfrentamos nossos medos. Tivemos um retorno imenso, mensagens de apoio de pessoas que sequer conhecíamos. Eu estou muito feliz”, acrescenta Moacir.

Foto: Fernanda Leal
Emerson Chiká, o Dunda, ao lado da bike que o acompanhou nos 237 km do final de semana. Dunda fez Osório – Pinhal, na sexta-feira, 30; Pinhal – Porto Alegre, no sábado; e Porto Alegre – São Jerônimo, no domingo.

Foto: Paulo Ricardo Pedroso

Entrevista com Cristiane Pedroso Trindade e Moacir Miorando Júnior, idealizadores e realizadores do Projeto América do Sul no Pedal. Eles percorreram, de bicicleta, mais de 29 mil quilômetros em 501 dias.

Portal de Notícias – De todos os lugares visitados nestes 501 dias, algum os surpreendeu mais?
Cristiane – Sim, Galápagos. Foi um lugar que nos surpreendeu pela natureza. Na chegada, já vimos leões marinhos. Muitos animais diferentes, é tudo muito lindo.

Moacir – Na beira da praia, à noite, você vê quinhentos leões marinhos dormindo; nas ilhas, a gente viu tartarugas de até 200 kg nadando. São animais muito diferentes. Em um mergulho com snorkel, encontramos várias, e os leões marinhos literalmente pulavam por cima de nós. Já esperávamos muito de lá, porque é um lugar histórico mas, mesmo com grande expectativa, foi um lugar que nos surpreendeu.

PN – Houve algum local que vocês não conseguiram ver?
Cristiane – Dois lugares, no Brasil e na Venezuela. Tínhamos planejado fazer o Salto Ángel, na Venezuela, que é a maior cachoeira do mundo, mas eu quebrei o dedo do pé. E a Amazônia, aqui no Brasil, que só podia ser feita com trilha e eu, com o pé quebrado, não podia fazer. Foi um acidente sem grande importância, tropecei em um degrau, caminhando. Mesmo assim, nos atrapalhou um pouco.

PN – Quais foram as maiores dificuldades?
Cristiane – Para mim, foi a alimentação. Em cada lugar que íamos, a comida era diferente. Fora do Brasil, principalmente. Os hábitos alimentares, a forma como as pessoas se alimentam muda muito de um lugar para o outro. No Peru, por exemplo, as pessoas acordam e vão comer arroz com galinha – é a primeira refeição do dia. Eram coisas com as quais não estávamos acostumados. Além das frutas diferentes, da forma de cozinhar os alimentos. Há frutas que sequer imaginamos existir e que, no entanto, estão ali, em um país vizinho ao Brasil.

PN – E os momentos de mais nervosismo?
Cristiane - O maior problema foi na Colômbia, nas Farc. Não sabíamos como estava o conflito, estudamos pela internet os pontos mais críticos, mas não podíamos ter ideia do que estava acontecendo realmente no país. Isso nos afetou um pouco, ficamos tensos. Houve alguns lugares em que preferimos não passar para não correr riscos.

PN – Houve algum momento ou momentos de maior emoção?
Moacir – Não um único, porque todos nos emocionaram à sua maneira. Mas um lugar que nos emocionou muito, que marcou mesmo, foi Machu Picchu, no Peru. O astral daquele lugar é único. É inexplicável, porque a sensação é difícil de descrever, mas Machu Picchu foi, sem dúvida, uma experiência diferente de todas as que tivemos na viagem. As ruínas, hoje reconstruídas, têm uma energia incrível.

Cristiane – As ruínas ficam no topo da montanha; quando a gente chega lá em cima e olha aquela cidade, vê que é mesmo um lugar mágico.

PN – E as pessoas, são diferentes também?
Cristiane – Sim. No Peru, as pessoas ainda se vestem como faziam há cem anos, da mesma forma ancestral, tradicional. E eles vivem desta forma simples, o que para nós é, à vezes, difícil de entender. Eles fazem questão de preservar a cultura indígena, valorizam suas tradições. A cultura ocidental, em geral, aprendeu a valorizar a tecnologia, o desenvolvimento, mas lá os valores são outros. As pessoas vivem de uma forma que poderia ser considerada, sob essa ótica, primitiva; mas eles vivem bem, têm qualidade de vida superior à nossa.

PN – Como era a rotina de preparação para encarar a estrada?
Moacir – Dependia do nosso objetivo. Havia períodos em que queríamos pedalar todos os dias, mas fazer pouca distância por dia, e houve épocas em que queríamos pedalar
grandes distâncias, para depois poder folgar uns dias. Tudo dependia, então, de quantos
quilômetros iríamos fazer. Quando eram poucos, cerca de 50 km ou 60 km, a rotina era
acordar por volta de 8h ou 9h, tomar café e sair. Mas, quando a distância programada era grande, nos preocupávamos, então, em acordar cedo, tomar um café reforçado, e já sairmos bem alimentados. Nestes casos, já levávamos conosco a água e o alimento que seria consumido naquele dia para não precisar parar muito ou depender de bares na beira da estrada – o que, em alguns lugares, nem existia mesmo. Tudo para chegar ao destino antes da noite.

PN – Como era feita essa programação de distâncias?
Cristiane – Quando queríamos conhecer algum lugar, tentávamos ganhar tempo antes,
pedalando mais. Outro fator determinante era o terreno. Em área de montanha e com vento contra, o máximo que fazíamos era 40 km, mas em terreno plano, fazíamos 140 km e chegávamos muito bem. Hoje, por exemplo, nosso último dia, foram 120 km, e estamos muito bem.

Moacir – Quando estávamos no Chile, por exemplo, era impossível pedalar pouco. Mais de 80% do território que enfrentamos lá foi o deserto e, por esse motivo, as cidades eram separados por 100 km, 150 km até. E não eram grandes centros, não. Além disso, entre elas não havia nada, nenhuma casa, nenhum bar, restaurante, nada. Ou seja: tínhamos que pedalar muito, não era uma escolha. Já no Peru não. Ali, a cada 40 km havia um povoado. Esses lugares existem desde a época dos Incas, e eles costumavam ir a pé, de um povoado a outro. Assim, como no Peru era tudo mais próximo, não precisávamos de tanta programação e planejamento.

PN – Quantos quilos vocês carregavam na bagagem?
Cristiane – O Moacir carregava de 50 kg a 60 kg e eu, de 30 kg a 40 kg. Isso variava conforme a necessidade de levar com a gente mais ou menos água e comida, conforme a distância e o lugar onde estávamos.

PN – Como surgiu o projeto?
Cristiane – Na verdade, tudo surgiu muito naturalmente, uma ideia foi levando a outra.
Somos formados em Educação Física, já pedalávamos antes. O Moacir era militar temporário e estava saindo e eu, trabalhando em academia, mas sem salário fixo ou vínculo de emprego formal. A gente queria casar, mas não queria montar casa, queríamos viajar, conhecer coisas diferentes, culturas, lugares. Pensamos no tempo que estaríamos longe da família e que, para essa saudade valer a pena, nossa viagem deveria trazer algo não só para nós, mas que beneficiasse mais pessoas. Daí veio a ideia do blog, com os vídeos em que descrevíamos o dia e nossas experiências. Montamos o projeto, fomos atrás de patrocinadores e começamos o treinamento, que durou seis meses. Muitas empresas nos ajudaram e, ainda que o patrocínio não tenha sido integral, tivemos muitos apoiadores, com equipamento, roupas.

PN – O objetivo do projeto, segundo o blog, é divulgar e valorizar a cultura latina e incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte saudável e ecológico. Qual a avaliação de vocês, ao final da jornada?
Cristiane – Acredito que esse tenha sido o pontapé inicial. É um processo, ainda precisamos evoluir muito, mas acredito que as pessoas já estão começando a enxergar o uso da bicicleta com melhores olhos. É um estilo de vida. Estamos muito acostumados com a rotina de acumular coisas, sempre preocupados em “ter” mais. No entanto, o sucesso desse projeto prova de que duas pessoas conseguem viver, por muito tempo, com apenas duas mochilas e duas bicicletas. Foi tudo o que tivemos por um ano e meio, creio que essa seja uma forma de demonstrar que outros estilos de vida são possíveis. Não acho que a gente consiga mudar o modo de pensar das pessoas de uma hora para a outra, mas foi um passo grande.

Moacir – Em relação à abrangência do projeto, ainda é um pouco cedo para saber. Chegamos hoje, recebemos um retorno, mas muito ainda está por vir. Tivemos uma ideia pela quantidade de pessoas que entraram em contato conosco através do blog durante a viagem. Eram pessoas desconhecidas, que nos mandavam mensagens de apoio, elogios à iniciativa, um retorno imenso, muito bom. Para mim, só isso já valeu a pena, já superou nossas expectativas, porque não esperávamos que o projeto fosse
atingir tanta gente. Além, é claro, da família e dos amigos, que já estão naturalmente envolvidos. Sem dúvida, valeu muito a pena. Botamos “a cara a tapa”, enfrentamos nossos medos.

Cristiane – O importante é não deixar os medos serem maiores do que os sonhos.

Aberta a 16ª edição da Taça de Futsal

SÃO JERÔNIMO – CLUBE DO COMÉRCIO
Em seis partidas foram marcados 57 gols. A arbitragem distribuiu 19 cartões amarelos e dois vermelhos

     A 16ª edição da Taça de Futsal do Clube do Comércio começou muito bem. Seis jogos marcaram a abertura da competição. Como era se esperar, os confrontos da Série Ouro serão bem equilibrados, devido a montagem das equipes.
     Foram três jogos da Ouro e, já na primeira rodada, dois clássicos movimentaram as torcidas: Unidos contra Ferro Carril e CSKA contra Sporting.
     Na Série Prata, o clássico da cidade de Charqueadas teve vencedor. O Radar/Sporting venceu o São Paulo, pelo grupo B.

Série Prata
     Foram três jogos da divisão de acesso. Pela chave A, MR/Manu’s Bar e ARC fizeram a abertura da competição. Jogo equilibrado na primeira etapa, com o MR abrindo 2 a 0 antes dos 10 minutos de jogo. Mas na segunda metade de jogo, o ARC virou o escore para 3 a 2. Porém, Everton foi expulso. No início do segundo tempo, o goleiro José Rogério, do MR foi expulso, ao cometer um pênalti. O ARC chegou a goleada de 11 a 2. Os gols do ARC foram marcados por Jonatas Streb (4), Felipe (2), Lucas, Matheus, Luan, Roan e Willian. Os gols do MR foram marcados por Fagner e Diego.
Ainda pela chave A, o Getafe fez 4 a 1 na equipe Los Borrachos. No primeiro tempo, jogo empatado em 1 a 1. Na segunda etapa, a vitória do Getafe. Os gols foram marcados por Adriano (2), Gabriel e Renato Freitas. Julio descontou.
    Pela chave B, São Paulo e Radar/Sporting fizeram um jogão. Na primeira etapa domínio do Radar. Com gols de Alan Campos (2), Eduardo, Emerson e Alan Lins a equipe treinada pelo Eduardo abriu 5 a 1. O gol do São Paulo foi marcado por Eduardo Rocha. Porém, na segunda etapa, o treinador Luciano deu um sacode no time e partiu para reação. Eduardo Rocha, Wagner, Marcinho e Luciano marcaram os gols do São Paulo. O gol da vitória do Radar por 6 a 5 foi marcado por Tiago Rocha.

Fotos: Renato Miller Silva
No clássico charqueadense, a vitória foi do Radar/Sporting sobre o São Paulo, de Marcinho (10)

Série Ouro
     Na abertura da Ouro, o atual campeão Barra enfrentou o estreante Meteoro. A equipe não teve dificuldades em fazer os três primeiros pontos. Fagner, Willian e Guga marcaram no primeiro tempo. Bernardo, Mateus, Daniel Muniz e Ratinho, contra, fechou a vitória. Ratinho marcou os dois gols do Meteoro. Final: Barra 7 a 2.

O atual campeão do Clube do Comércio, Barra FC (camiseta escura) estreou na 16ª edição Taça de Futsal vencendo o Meteoro

Ferro Carril/S.Zero 5 x 6 Unidos
     O time treinado pelo Boca de Ripa estreou na competição com derrota. Com dois reforços em relação ao ano passado, o Ferro Carril venceu o primeiro tempo. Saiu perdendo para o Unidos do Abrigo, gol de Tiago, logo no primeiro minuto de jogo. Neco empatou aos 7 minutos. Gerson colocou o Unidos em vantagem aos 9. Felipe Ávila empatou a partida novamente aos 11 e, 20 segundos depois, Felipe Ávila cobrou um escanteio e Neco fez o gol da virada: 3 a 2. Na segunda etapa, o Unidos, treinado por Flavio e Everaldo, assumiu a frente do placar. Gerson empatou a partida aos 3 minutos. Tiago fez o gol da virada aos 4 minutos. Felipe Ávila empatou a partida aos 7. Alef, aos 9 e Tiago aos 12 marcaram dois gols para o Unidos. Aos 16 minutos, Neco descontou, mas foi insuficiente para evitar a derrota.

Disputa de artilheiros: Neco (com a bola) e Tiaguinho (E) marcaram três gols cada na vitória do Unidos sobre o Ferro Carril/S.Zero

CSKA 4 x 4 Sporting/Radar
     O melhor jogo da primeira rodada terminou empatado. Foi uma partida de estratégias com destaque para os conjuntos. Pelo lado do CSKA, o treinador Flavio, com o mesmo grupo de jogadores, com exceção de Willian. Pelo lado do Sporting/Radar, o treinador Vitor ganhou muita gente. Além de manter o quinteto vice-campeão, agregou ao grupo: Castor, Anderson Pereira, Marcelinho, Felipe Ruduit, Diego Torman, entre outros. Na primeira etapa, a partida terminou empatada em 2 a 2. Lucas Medeiros marcou os dois gols do CSKA. Castor marcou os dois gols do Sporting/Radar. Na segunda etapa, Juliano e Rai Franco marcaram os gols do CSKA. Castor e Jackson marcaram os gols do Sporting/Radar. No final jogo empatado.


1ª rodada
MR/Manu’s Bar 2 x 11 ARC
São Paulo 5 x 6 Radar/Sporting
Getafe 4 x 1 Los Borrachos
Barra FC 7 x 2 Meteoro
Ferro Carril/S.Zero 5 x 6 Unidos
CSKA 4 x 4 Sporting

Goleadores
Série Ouro
3 gols
Felipe Castor (Sporting)
Tiago (Unidos)
Neco (F.Carril)

Série Prata
4 gols
Jonatas Streb (ARC)

2ª rodada – 17hs
(P) Arsenal x AFCEEE
(P) Youngers x América
(P) Atlético x ABF
(O) Conde x Auto Sul/Paredão
(O) UBF x Manchester
(O) Ferro Carril/S.Zero x CSKA

Aroma e 8 Amigos são os campeões da Copa Verão

GENERAL CÂMARA – FUTSAL
     Um bom público compareceu ao ginásio municipal Tancredo Mendes Pereira, em General Câmara, para acompanhar as partidas finais da Copa Verão de Futsal, no último sábado, 31.
     Antes das partidas, o prefeito Darci Freitas falou aos desportistas camarenses elogiando a organização da Copa e adiantando que o Executivo vai realizar o Campeonato Municipal de Futsal 2012, a partir de Maio.
Com bola rolando, o primeiro jogo da noite foi a disputa do 3º lugar da Série Prata entre Águia Azul e ACF.  O confronto valia uma vaga na Série Ouro. O ACF não contou com Rodrigo e Adilson suspensos pelo cartão amarelo. Pior foi para o Águia Azul que não pode contar com o goleador Tiago Josué, Jonatas e Cleonardo.
     Na primeira etapa, com dois gols de marcos e um gol de Sandro, o ACF teve vitória parcial. Paulo descontou. Na segunda etapa, Adriano do ACF foi expulso. O Águia Azul conseguiu descontar faltando 40 segundos para terminar, com Júnior. Final: ACF venceu por 3 a 2.
     O goleador da Série Prata foi o atleta Luis Henrique – Rick (8 Amigos). O goleiro menos vazado foi da equipe PCC (Ismael e Michel). Na Série Ouro o goleador foi Douglas (Aroma) e o goleiro menos vazado foi Carlos Alberto (Aroma). O troféu disciplina ficou para equipe do Bonato.

Final da Série Prata
8 Amigos 5 x 4 PCC

     Foi um jogo decidido nos detalhes. Teve vibrações de torcidas, confusão, gols e toda adrenalina de uma grande final. Antes do jogo, a torcida do PCC enfeitou a arquibancada com balões e uma bandeira. Na entrada da equipe, sinalizadores na porta do ginásio. Festa bonita. Porém o PCC tinha ausência do goleiro Ismael (suspenso) e Guilherme (machucado). Já a equipe 8 Amigos estava completa.
     As duas equipes partiram para a definição do jogo logo no início. Os Amigos abriram o placar aos 4 minutos, com Tales. Dois minutos depois, Victor, que substituía Guilherme, empatou a partida. O jogo ficou cadenciado até o final do primeiro tempo.
     Na segunda etapa, o PCC virou o placar. Aos 8 minutos, contra-ataque com Felipe, que entrou na cara do goleiro Jonatas e marcou 2 a 1. Os Amigos partiram para a pressão. Aos 10 minutos, Venícius cobrou escanteio e Luis Paulo acertou um chute no ângulo. Aos 12 minutos, Alexsander entrou pela direita e chutou cruzado, o goleiro Jonatas defendeu e, no rebote, Vinicius, de cabeça marcou 3 a 2 para o PCC. Os Amigos novamente partiram para a pressão. Faltando 2 minutos para terminar Victor salvou uma bola encima da linha. Faltando 30 segundos para terminar a partida, a primeira confusão. Numa disputa de bola, Victor (PCC) e Tales (8 Amigos) trocaram empurrões gerando tumulto. Os dois jogadores foram expulsos. Cada time ficou com um jogador a menos. Os Amigos trocaram passes até a bola chegar em Luis Henrique, na cara do goleiro Michel. Luis Henrique chutou no canto fazendo o gol de empate quando faltava 1 segundo para terminar. Tanto que a bola entrou e terminou o jogo. Na comemoração dos Amigos, nova confusão. Desta vez, Rodrigo Caldas e Luis Paulo foram expulsos. A decisão foi para prorrogação de 10 minutos. Durante o primeiro minuto, cada time ficou com 3 jogadores para cada lado. Os Amigos abriram o placar na prorrogação com Willian aos 4 minutos. Aos 7 minutos, após contra-ataque, Willian chutou rasteiro e fez 5 a 3. No último minuto da prorrogação, Alexsander descontou para o PCC. Mas não adiantou a pressão no minuto final. 8 Amigos campeão.

Final da Série Ouro
Barbearia do Acélio 2 x 5 Aroma

     Na partida final da Série Ouro a Barbearia do Acélio não conseguiu repetir a bola atuação da semifinal. Um dos principais jogadores, Guilherme, não esteve bem. Por outro lado, com melhor plantel, o Aroma conseguiu envolver o adversário e ganhou o jogo na segunda etapa. Durante o primeiro tempo, jogo muito cadenciado por ambas as equipes. O primeiro gol foi marcado pelo Aroma, aos 9 minutos. Jogada ensaiada de falta. Douglas fez o pivô para Cleiton chutar e abrir o escore. A Barbearia do Acélio empatou no último minuto do primeiro tempo, com Rodrigo. Mas, 20 segundos depois, Douglas colocou o Aroma em vantagem. Na segunda etapa, novamente Douglas marcou para o Aroma, aos 5 minutos. Cleiton aos 6 e Willian aos 9 deram larga vantagem ao Aroma: 5 a 1. Aos 11 minutos, Guilherme acertou um chute e descontou. Final: Aroma conquista o título da Copa Verão.

Fotos: Renato Miller Silva
Aroma conquistou mais um título do Futsal de General Câmara, após vencer a Barbearia do Acélio na final da Copa Verão 2012

Prefeito Darci Freitas entrega o troféu de campeão da Série Prata aos 8 Amigos, assistidos pelo vice Paulo Mateus e o vereador Antonio

Douglas (laranja) e Carlos Alberto (goleiro) foram os destaques na Série Ouro como goleador e goleiro menos vazado

Final
Águia Azul 2 x 3 ACF
8 Amigos 5 x 4 PCC
Barbearia do Acélio 2 x 5 Aroma